INTERNAMENTO
Requisitos para internamento:

• Ter livre vontade;

• Aceitar todas as regras e regulamentos do centro,

• Cópia de um documento de identificação pessoal,

• 2 fotografias tipo passe;

• Uma bíblia "João Ferreira de Almeida";

• Produtos de higiene pessoal e roupa de cama;

• Para os menores de idade deverá ser assinado um

  termo de responsabilidade no acto da inscrição.

Visitas e encomendas:

• A visitas são aos Domingos na Igreja;

• Sempre que quiser fazer uma visita ao internado deverá contactar primeiro a direcção do centro;

• Não são permitidas encomendas alimentares individuais;

• As mesmas devem abranger o número de pessoas existentes no centro onde o internado se encontre.

A entrada no centro é totalmente gratuita, devendo aceitar as seguintes normas:

1.ª O centro é gratuito mas no entanto a família dentro das suas possibilidades deve assumir os gastos de saúde, higiene pessoal e vesturário.

 

2.ª O internado tem que estar disposto a ser transferido de centro e até mesmo de província sempre que a direcção achar necessário ou conveniente.

3.ª Não é permitido o consumo/uso de bebidas alcoólicas e cigarros.

4.ª Não é permitida a utilização de nunhuma droga nem substitutos, medicamentos serão permitidos apenas com prescrição médica.

 

5.ª Toda a música deve ser autorizada pelo centro. Estilos como rock, hard-rock, metal-rock, pop e outras não cristãs não são permitidas. Também não é permitido ouvir rádio, assistir televisão é permitido apenas aos fins de semana e com autorização do responsável do centro.

6.ª Toda literatura (livros, revistas, publicações, jornais, etc...) devem ser autorizadas pelo centro;

 

7.ª Deverá aceitar em todo o momento o acompanhamento de outra pessoa que fará a vex de sombra.

 

8.ª O centro deve ser avisado das doenças que tem, especialmente as infecto-contagiosas.

 

9.ª Deverá também ser informado acerca de assuntos judiciais pendentes bem como da sua situação familiar.

10.ª Para os menores de idade deverá constar por escrito o termo de responsabilidade da família ou do seu tutor.

11.ª Não se admitem visitas ao centro nem chamadas telefónicas sem prévia autorização, e isto sem excepção, sendo que essas visitas só serão possiveis ao final de dois meses de permanência no centro e as chamadas telefónicas ao final de quinze dias.

12.ª No periodo de reabilitação o internado não podera ter dinheiro em sua posse.

13.ª Efectuar-se-à um registo completo tanto da pessoa como dos seus pertences no momento da sua admissão e sempre que a direcção considere necessário, bem como, sempre que ache conveniente poderá efectuar testes de consumo de drogas.

 

14.ª Deve assistir a todas as actividades que se designem, salvo força maior e deve também cumprir com o horário previsto para elas (reuniões, refeições, trabalhos, tempos livres, tc...)

15.ª Em casos de casais, estes deverão estar separados temporariamente até que se considere conveniente, e em nenhum caso terão relações sexuais sem que exista união matrimonial.

 

16.ª No acto da admissão deverá assinar um documento no qual renunciará a qualquer indeminização em caso de doença ou acidente.

 

17.ª Com a assinatura do respectivo documento a Remar fica autorizada a pedir ajuda económica voluntária aos familiares.

 

18.ª Se a pessoa receber apoio económico de particulares, organizações, entidades estatais ou de outros, deverá contribuir com a Remar com um mínimo de 50%, sem o qual não poderá ser admitido no centro.

Estrada Direita de Calumbo S/N

(Ao lado da Escola de Condução BANA)

Viana - Luanda, Angola

Tel: +244 936 596 945

remarangola@gmail.com